Conseguiu emprego! E agora, como não perde-lo?

As pessoas são admitidas pela sua capacidade técnica (experiência, formação) e demitidas em sua maioria pelo seu comportamento. Mas para se manter no emprego é necessário ser CHAVE, ter: Conhecimento, Habilidade, Atitude, Valores e Entorno.

Mais de 12 milhões de pessoas estão em busca do tão sonhado emprego, mais por que muitas delas, depois que consegue, tem dificuldade para manter?

Algumas atitudes podem contribuir para você não sair do emprego dos seus sonhos, a seguir:

Intraempreendedorismo: seja um intraempreendedor! Uma pessoa que escreve a própria história, mesmo que seja dentro de uma empresa. Hoje, o funcionário deve agir como dono do negócio. São habilidades necessárias para existir neste mundo tão moderno e competitivo, sem ninguém pedir por isso.

Comprometimento e engajamento: seja responsável, ao assumir um compromisso, tenha certeza que poderá cumpri-lo. Pontualidade, se pensa que seu chefe não vê que chega atrasado, melhor mudar o seu conceito.

Gerencia suas emoções: desenvolva habilidades para gerenciamento das suas emoções, mantenha a calma em momentos estressantes e fortaleça a sua resiliência (capacidade de lidar com as adversidades).

Tenha uma boa relação com seu chefe: ser competente não é o suficiente para te manter no emprego. Habilidades de relacionamento interpessoal é impreencidivel em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo.

Estreite relações com quem te contratou: pode não ter sido teu chefe que te contratou. Importante ter como aliado a pessoa responsável pela sua entrada na empresa.

Profissionalismo:o local de trabalho é para trabalhar, não passe horas e horas resolvendo questões pessoais. Veste-te de acordo com as regras da empresa. Não sinta no direito de falar mal das pessoas e fazer fofoca sobre elas. Mantenha-se atualizado com suas competências técnicas e comportamentais, participando de treinamentos para potencializar a sua empregabilidade, fortalecendo os seus conhecimentos e ampliando seu Networking. Além de ser ético e moral em todas as suas relações.

Torne-se indispensável:seja pró-ativo e  esteja sempre pronto a contribuir para realize bem todas as tarefas. Mostre-se  sempre disponível. Isto mostrará o quanto você é indispensável para a empresa. Peça feedback aos seus gestores e também subordinados.

Afinal, o que você tem feito para manter a sua empregabilidade? Vale a pena refletir sobre isso!

 

Editor: Danillo Rodrigues

Compartinhe